sábado, 12 de janeiro de 2008

Unamuno, o rei.

Miguel de Unamuno era um rei feliz, que vivia na europa do século XVII. Tinha três filhas, chamadas Prudência, Sabedoria e Constipação (a caçula).

Certo dua, Miguel encontrou em seu baú de tralhas velhas, em meio a gibis do Capitão Marvel e iô-iô's da Coca Cola, uma lâmpada.

Lembrou-se da magnífica história de Alladin, e do macaquinho Abu - tão divertidinho, com aquele chapeuzinho e aquele coletinho fofo... er.. Voltando: Lembrou-se também de todas as piadas de "três pessoas com nacionalidades diferentes perdidas em ilhas desertas, tendo que fazer um pedido cada uma".

Como era um rei benevolente, chamou suas três filhas ao porão do castelo, e pediu a cada uma delas que formulasse um pedido, para que o rei, ao esfregar a lâmpada, pudesse saber de antemão o que pediria (Unamuno detestava fazer coisas de improviso; certa vez haviam-no convidado a discursar no parlatório real, e Miguel, tímido, começou a suar, tirou um bigode postiço do bolso e cantou uma das músicas da nova coletânea do Queen, mais precisamente "A kind of magic", que causou desconforto na platéia, por se tratar da música da propaganda da Claro).

A primeira a chegar foi a filha do meio, Sabedoria. Ao ser questionada sobre o pedido, não tardou a formulá-lo:

"Papai, quero me casar com o Adriano, do São Paulo! Sou tarada naqueles coxões."

Miguel, ruborizado, bateu com a mão na testa, provavelmente pensando que a idéia dos pedidos teria sido um erro.

Prudência, a filha mais velha, chegou a tempo de retirar a faca da mão de Miguel, que avançava a passos rápidos contra Sabedoria. Ao ser questionada sobre o pedido, não tardou a formulá-lo:

"Papai, quero que minha irmã Sabedoria morra de uma forma terrível, para que eu possa me casar com o futuro viúvo Adriano, do São Paulo! Sou tarada naqueles coxões."

Miguel relaxou, pois teve certeza que tratava-se de mais uma daquelas pegadinhas do mallandro. Sorriu afetivamente, quando viu sua pequena Constipação vindo.

"Constipação, minha amada filha! Formule seu pedido!" - Bradou o bondoso rei.

"Papai, nada posso pedir. Tenho tudo que amo: Meu pai bondoso, minhas irmãs queridas e diversos pôsteres do Adriano espalhados pelo meu quarto!".

Miguel, num misto de raiva e ternura, fez um carinho em Sabedoria, jogando-a ao outro lado do porão. Pensou: "Guria burra, devia ter pedido alguma coisa".

Chegada a esperada hora, Miguel fechou os olhos, de frente para a lâmpada. Ofuscaria-se com o brilho do gênio. Sentou-se no chão, e começou a esfregar a lâmpada vagarosamente.

E tal foi o espanto de todos, ao ver que de dentro da lâmpada emergiu Tony Tornado, vestido de gênio.

Todos se abraçaram, formaram uma pequena roda, com Tornado ao meio, e dançaram em volta dele, emocionados. Até hoje, no castelo de Elvissa, pode-se escutar, às madrugadas frias de outono, os sussuros daquela família tão feliz:

"A gente corre.. (a gente corre) na BR-3 (na BR-3)
e a gente morre.. (a gente morre) na BR-3 (na BR-3)".

15 comentários:

Adriana disse...

Tony Tornado, meu herói!!!!!!!

Baby disse...

Antes de mais nada rss estou aqui por causa da minha curiosidade, ao ler um coments entre a Dri e a Du, sobre passar aqui e tal, então aqui estou eu rss, e além de encantada com os textos e desse dom maravilhoso q eu não possuo, mas adimiro quem o tem (que é a escrita) morri de ri com o conto moderno e vou devorar os outros textos, beijos fraternos

Natália disse...

Ai, ai amoreco....
Eu te amo igual, tá? Fica tristinho não...

hauhsuahuahsuhauahu
=*

Ficou boinho =*

Du disse...

Olha quem apareceu aqui!!!! Seja bem-vinda Babyzinha, mas cuidado, isso aqui vicia, viu?

Adri, companheira velha de guerra! Imagina a cara do Miguel esfregando a lâmpada e saindo um negão fortão dali??? Eu heim!

Preco, preco...tsc, tsc,tsc...

Adriana disse...

Eeee, Baby, bom ver vc por aqui tb! (olha só a menina comentando como se o blog fosse dela, coisa feia)

Pois é, Du, eu até acho que as irmãs deveriam desistir do Adriano (aquele brocoió) e ficar com o Tony mesmo...

Lelo disse...

Ó céus! Eu não acredito! Onde estaria eu no exato momento desse maravilhoso show de interpretação?! É por isso que eu sempre ando com meu bigode postiço...

=)

Du disse...

Lá vem o Lelo com o Queem de novo! Ó mariólas!!!

Adri, logo a Baby se acostuma com essa doideira aqui! ;)E...por favor, em nome da nossa amizade, não fale assim do meu brocoió taióba!

Du disse...

Ô Preco, tu esqueceu dos marcadores, meu filho...tsc, tsc, tsc...

Du disse...

Antes tarde que muito tarde...preciso confessar que esse texto para mim, foi um dos melhores até agora!
Valeu, Preco!

Adriana disse...

Weeeee are the chaaaampions, my frieeeeeends......

Du disse...

"...We are the champions - my friends
And we'll keep on fighting - till the end -
We are the champions -
We are the champions
No time for losers
'Cause we are the champions - of the world ..."

Du disse...

Apesar que ainda tô me sentindo assim meio Lost!

Didgio disse...

We wil, we will
rock you!

Buddy youre a boy make a big noise
Playin in the street gonna be a big man some day
You got mud on yo face
You big disgrace
Kickin your can all over the place

We will we will rock you
We will we will rock you

Batam seus pés e cantem comigo!

We will we will rock you
We will we will rock you

Didgio disse...

Desculpem, eu me empolguei...

Du disse...

auhauhauhauhauhauhauahuahauahaauahauhaauhaauhauahaauahauahuahuhaauhauahaauhuhahauhuhuhuhahuhuhuuhhuhuhh

Me empolguei também!