domingo, 2 de março de 2008

Às vezes a gente até recebe coisinhas legais por e-mail...

BOM , RUIM e TERRÍVEL

BOM : Sua esposa está grávida.
RUIM : São trigêmeos.
TERRÍVEL : Você fez vasectomia ano passado e não contou pra ninguém.

BOM : Sua esposa não fala mais com você.
RUIM: Ela quer o divórcio.
TERRÍVEL: Ela é advogada.

BOM : Seu filho passou da puberdade.
RUIM : Ele está envolvido com a vizinha da frente.
TERRÍVEL : Você também está.

BOM: Seu marido entende de moda feminina.
RUIM : Usa a sua roupa.
TERRÍVEL : Fica melhor nele que em você.

BOM : Você decide dar aula de educação sexual para a sua filha.
RUIM: Ela te interrompe várias vezes.
TERRÍVEL : Corrigindo você.

BOM : Sua filha arranjou seu primeiro emprego.
RUIM : De prostituta.
TERRÍVEL : Seus colegas do futebol e do trabalho estão todos ficando clientes dela.
MAIS TERRÍVEL AINDA : Ela está ganhando 10 vezes mais que você e disse que vai reformar a casa e te dar um carro novo.

BOM: Você arranjou uma gata quente para bater papo via CHAT... Começou no erótico, partiu pra sacanagem e descambou para a pornografia pura.
RUIM : não agüentando de tesão você resolve se revelar. Ela responde que conhece você muito bem e que não vai dar para continuar porque você não passa de um grande canalha e, ainda por cima, vai contar para a sua mulher!
TERRÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍVEL : Era sua sogra.

MORAL DA HISTÓRIA:

Ta ruim? Não reclama... Aprenda a sorrir de seus problemas e não terá razões para deixar de sorrir! Loucura é fazermos sempre as mesmas coisas e esperarmos por resultados diferentes!
e ... lembre-se que um dia você já foi o espermatozóide mais esperto da turma!!

4 comentários:

Carlos Fran disse...

Duuuuuuuuu... Amiga!
Logo a sogra?! hehhee
Beijo!

Preco disse...

Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu
A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mais eis que chega a roda-viva
E carrega o destino pra lá
Roda mundo, roda-gigante
Roda-moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração
A gente vai contra a corrente
Até não poder resistir
No volta do barco é que sente
O quanto deixou de cumprir
Faz tempo que a gente cultiva
A mais linda roseira que há
Mas eis que chega a roda-viva
E carrega a roseira pra lá
Roda mundo, roda-gigante
Roda-moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração
A roda da saia, a mulata
Não quer mais rodar, não senhor
Não posso fazer serenata
A roda de samba acabou
A gente toma a iniciativa
Viola na rua, a cantar
Mas eis que chega a roda-viva
E carrega a viola pra lá
Roda mundo, roda-gigante
Roda-moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração
O samba, a viola, a roseira
Um dia a fogueira queimou
Foi tudo ilusão passageira
Que a brisa primeira levou
No peito a saudade cativa
Faz força pro tempo parar
Mas eis que chega a roda-viva
E carrega a saudade pra lá
Roda mundo, roda-gigante
Roda-moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração

Lelo disse...

Incha lá...

Du disse...

Incha onde, Lelo?