sexta-feira, 14 de março de 2008

Teias



Fizera amizade com as aranhas que viviam no banheiro de sua nova casa. Enormes e um pouco tímidas, entendiam que quando ele sentava no trono elas deviam manter distância. Satisfeito, ele pensava em como são legais essas aranhas!
Achava divertido caçar insetinhos no pátio e largá-los em suas teias, vê-las transformá-los em casulos e depois cráu!, sugar todos os líquidos da vítima até deixar só uma casca sequinha. Deve ser bem ruim morrer assim, ponderava, e ia até a cozinha mais uma vez, desistir de lavar a louça acumulada.
Dia desses acordou de mau humor. Sem nem abrir os olhos direito, ligou o chuveiro pela primeira vez e matou a maior das aranhas. Morreu afogada e um pouco surpresa, sem saber direito o que estava acontecendo. Encolheu as pernas finas e compridamente gigantes e escorreu pelo ralo com a água. Ele esfregou os olhos e disse em voz alta "Sou um menino mau". Depois, ficou horas ajoelhado no chão do banheiro pedindo desculpas pela crueldade para a aranha que se mudara para trás da porta. Ela, imóvel, parecia escutar com atenção. Sentiu-se perdoado.
Ontem, depois de acordar, pegou um aspirador de pó e exterminou todas as aranhas da casa.

6 comentários:

Du disse...

Eu já caí numa teia...Bem feito!

aldirgsf disse...

Que estória assustadora!!!
Eu também colecionava aranhas cabeludas no meu banheiro. Com o tempo elas foram crescendo, crescendo e quase comeram minha cobra de estimação!
Agora, depois que separei as aranhas do ofídio, estou com problemas de psico-poiquilotérmico. E um um tipo de depressão que atinge as cobras tornando-as molengas, tristes, cabisbaixas...
Já me indicaram aquela musiquinha do Raul Seixas (vem cá muié deixa de manha, minha cobra quer cumê sua aranha), mas piorou em muito, causando choro compulsivo!

Agda Gabriel disse...

Entao...toda vez que podo o gramado do jardim, elas se mudam pra dentro de casa...Eu não mato, pois qdo a grama cresce elas desaparecem...Adoro esse bichos...

Cidão disse...

Aranhas???? Tenho horror!!! Piso nelas sem dó!!!!

NANDO DAMÁZIO disse...

Eu tenho um tio que foi transformado em aranha por uma bruxa .. Todas vez que vejo uma aranha aqui em casa, tenho que tomar cuidado para não pisar ..
Na verdade, acho que já assassinei meu tio !! :´(
snif ..

Adriana disse...

Aff, Nando, que horror! E eu que pensei que o rapaz da história era problemático!... Rsrsrs... Eu gosto das bichinhas... E das lagartixas também. Algum problema, Du? Heheheh... ;)