quinta-feira, 17 de abril de 2008

Teorias para um caso insolúvel



Quanto mais a gente para pra pensar no assunto, menos nexo tem. Então esqueçamos o nexo.

4 comentários:

Lelo disse...

Isso me lembra o Paulinho, meu cunhado de 11 anos, e sua incrível habilidade de acertar o culpado/local/arma já na 1ª rodada... E jura que não viu as cartas...

Du disse...

Que foi? \o/

Aff... nada não!

\o/

Natalia disse...

Oimoreeeeee
aki tem net..haushuahuahau
te amo coisinho!

=*

Guhn disse...

See Please Here